Violência doméstica: Município de Lamego cria linha de apoio

Abril 6, 2020 | Sociedade

No âmbito do programa “Lamego Ajuda”, o Município de Lamego disponibiliza agora uma linha de apoio especializada para as vítimas de violência doméstica – 911 805 776 – que funciona nos dias úteis, das 8h às 20 horas. O atual isolamento domiciliário como medida de contenção da pandemia por Covid-19 exige mais atenção no combate ao fenómeno da violência doméstica, razão pela qual esta autarquia decidiu avançar com esta medida para que as vítimas não fiquem em silêncio. Muitos países têm registado, nas últimas semanas, um crescimento do número de pedidos de ajuda.

Numa altura em que o confinamento no mesmo espaço doméstico que o agressor representa um risco acrescido, a nova linha de apoio especializada nasce da articulação do Município de Lamego com outras entidades, nomeadamente a Unidade de Cuidados Continuados do ACES Douro Sul e o Núcleo de Apoio à Vítima de Violência Doméstica de Viseu. As vítimas podem recorrer ainda à  linha de contacto gratuita do Serviço de Informação às Vítimas de Violência Doméstica da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género: 800 202 148. Em alternativa, existe a possibilidade de enviar SMS para o número 3060 ou e-mail para o seguinte endereço: violencia.covid@cig.gov.pt.

Até ao momento, cerca de três dezenas de famílias do concelho solicitaram apoio ao programa “Lamego Ajuda” que auxilia e protege as pessoas mais vulneráveis no contexto da atual situação de pandemia. Requerem sobretudo a entrega de medicação e bens alimentares de primeira necessidade em suas casas, mas também apoio psicossocial à distância, através da linha de atendimento – tel: 254 095 000 – assegurada por uma técnica especializada que faz o despiste das principais necessidades.