Urgência Básica já não encerra em Tondela

Março 21, 2020 | Sociedade

O presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António Jesus, congratulou-se hoje com a manutenção do serviço da Urgência Básica do Hospital Cândido de Figueiredo, localizado em Tondela, depois da administração do Centro Hospitalar Tondela Viseu ter manifestado a intenção de o encerrar, em consequência da pandemia da COVID 19.

“Esta manutenção é o resultado dos esforços, do empenho e das diligências, que temos mantido para evitar o encerramento da urgência básica do hospital Cândido de Figueiredo. Seria uma perda na resposta de proximidade para as gentes do concelho de Tondela e restantes utentes do sul do distrito se tal acontecesse”, sublinhou.

Depois da administração do Centro Hospitalar Tondela Viseu ter manifestado a sua intenção de encerrar esta Urgência Básica, em consequência da pandemia da COVID 19, o presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António Jesus, enviou quinta feira uma carta à Ministra da Saúde, mostrando-se preocupado com as consequências deste encerramento.

No seu entender, este encerramento – que administração fundamentou pela falta de profissionais e da respetiva qualificação para dar resposta a um volume crescente de procura desses serviços, o que poderia originar uma rápida propagação da pandemia, com eventuais consequências para a população e para as valências desse Hospital -, representaria uma quebra no sentimento de identidade e de resposta de proximidade deste Hospital, bem como na qualificação do mesmo.

Para além da carta enviada à ministra da Saúde, o presidente da Câmara Municipal de Tondela tinha também partilhado a sua “profunda preocupação” com a Administração Regional de Saúde do Centro, apelando a “uma rápida e urgente intervenção para se minimizarem impactos” e se encontrem “soluções que garantam aos cidadãos a qualidade do serviço, a proximidade e a confiança no Serviço Nacional de Saúde”.

Com este desfecho, o presidente da Câmara Municipal de Tondela não deixa de manifestar o seu reconhecimento pela intervenção da presidente do conselho de Administração da ARS Centro, Rosa Reis Marques;  e da ministra  da Saúde, Marta Temido, pela recetividade e compreensão aos argumentos apresentados pela Autarquia.

Recorde-se que o serviço de urgência Básica do Hospital Cândido de Figueiredo, localizado em Tondela, além de servir diretamente a população do concelho de Tondela, também é o serviço de referência para grande parte do sul do distrito de Viseu, especialmente os concelhos de Carregal do Sal e Santa Comba Dão, e algumas outras localidades da Zona de Lafões, com incidência em toda a Serra do Caramulo.