São Teotónio quer ser “hospital de referência nas Beiras”

Agosto 1, 2017 | Sociedade

O presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Tondela – Viseu, quer que o Hospital de São Teotónio, seja “o hospital de referência nas Beiras”. Na sessão protocolar que assinalou os 20 anos da transferência da unidade das velhas para as actuais instalações, Cílio Correia reconheceu que está “bem definido o perfil assistencial, a área de influência e a dimensão daquilo que pretendemos, com grande aposta na inovação hospitalar”

O presidente do CA do CHTV assume, duas décadas depois, que o S. Teotónio “está num ponto de viragem”, dando como exemplos a aposta na hospitalização de dia e cirurgia de ambulatório; na requalificação da urgência polivalente; em novos métodos organizacionais; numa nova centralidade no domínio oncológico; e nas práticas que desincentivam o recurso desadequado ao serviço de urgência.

“Não podemos ficar para trás. Queremos ser o hospital de referência das Beiras”, sublinhou Cílio Correia, na sessão solene presidida pelo secretário de Estado da Saúde, Manuel Delgado. O presidente do Centro Hospitalar reconhece que a tarefa “não e fácil” mas garante que a unidade está empenhada em conseguir esse desiderato, com vista a reforçar gradualmente a coesão e a cultura institucional, bem como reafirmar o muito que a instituição tem contribuído para o crescimento do SNS e desenvolvimento da Medicina portuguesa.

Em Viseu, Manuel Delgado confirmou que o concurso público para a instalação da radioterapia no Centro Hospitalar Tondela-Viseu vai ser lançado ainda este ano, com um investimento inicial de seis milhões de euros, e com tendência para aumentar cerca de 30 a 40 por cento, em função da instalação de um segundo acelerador linear. O governante prevê a entrada em funcionamento desta valência no início de 2019.

“Vamos ter radioterapia em Viseu para tratamentos que implicam radiação em relação a alguns tumores. O que iremos fazer aqui é substituir o papel do IPO de Coimbra nos tratamentos a muitos doentes desta região”, explicou aos jornalistas o secretário de Estado da Saúde.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.