Encerramento da Urgência Básica preocupa Câmara de Tondela

Março 20, 2020 | Sociedade

O presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António Jesus, enviou uma carta à Ministra da Saúde, onde se mostra preocupado com as consequências do encerramento da Urgência Básica do Hospital Cândido de Figueiredo, localizado em Tondela, que integra o Centro Hospitalar Tondela Viseu.

“Não deixamos de manifestar a profunda preocupação inerente a esta situação. Espelha, de forma inequívoca, uma quebra no sentimento de identidade e de resposta de proximidade deste Hospital, bem como na qualificação do mesmo”, realça o autarca.

A administração do Centro Hospitalar Tondela Viseu anunciou hoje a decisão de encerrar esta Urgência Básica, em consequência da pandemia do COVID 19.

Esta opção da Administração foi fundamentada pela falta de profissionais e da respetiva qualificação para dar resposta a um volume crescente de procura desses serviços, o que poderia originar uma rápida propagação da pandemia, com eventuais consequências para a população e para as valências desse Hospital.

No documento enviado à ministra da Saúde, o presidente da Câmara Municipal de Tondela informa que também já partilhou a sua “profunda preocupação” com a Administração Regional de Saúde do Centro, apelando a “uma rápida e urgente intervenção para se minimizarem impactos” e se encontrem “soluções que garantam aos cidadãos  a qualidade do serviço, a proximidade e a confiança no Serviço Nacional de Saúde”.

“Creia, Sra. Ministra da Saúde, que neste momento tudo faremos para ajudar a encontrar soluções que satisfaçam o interesse das populações”, lê-se ainda no documento, denotando que deveriam ter sido implementadas medidas que respondessem a este cenário.

A urgência Básica do Hospital Cândido de Figueiredo, localizado em Tondela, além de servir diretamente a população do concelho de Tondela, também é o serviço de referência para grande parte do sul do distrito de Viseu, especialmente os concelhos de Carregal do Sal e Santa Comba Dão, e algumas outras localidades da Zona de Lafões, com incidência em toda a Serra do Caramulo.

O Município de Tondela está a articular com os responsáveis da saúde novas medidas, de forma a que exista uma resposta adequada a eventuais casos que, perante atendimento telefónico na USF de Tondela, possam ter atendimento local e possam ser feitas as recolhas para análise neste concelho.

“Certamente que, após este momento crítico de pandemia, se exigirão soluções e respostas que potenciem esta unidade do CHTV”, espera José António Jesus