Tondela com saldo de gerência superior a 8 milhões de euros em 2019

Junho 26, 2020 | Região

A Câmara Municipal de Tondela aprovou ontem, dia 18 de junho, as contas relativas a 2019, ano que o Município encerrou com um saldo de gerência de 8.696.250,26 euros. As contas foram aprovadas durante a reunião do executivo, contando com cinco votos a favor (PSD) e dois votos contra dos vereadores da oposição (PS).

Os indicadores da conta de gerência espelham de forma transparente, clara e detalhada, a confortável situação económica, orçamental, patrimonial e financeira do Município de Tondela, em resultado das opções estratégicas e politicas delineadas por este executivo.

“Atestam a sustentabilidade financeira do Município de Tondela, num quadro de rigor, responsabilidade e transparência”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Tondela, José́ António Jesus.

A execução orçamental global da despesa, no exercício de 2019, é de 56,60%, enquanto que a execução orçamental global da receita é de 75,30%, sendo que a circunstancia de grande parte do primeiro semestre de 2019 ter sido dedicada à conclusão do Programa de Apoio à Recuperação das Habitações Permanentes, em consequência dos grandes incêndios de 2017,  veio a evidenciar a deslocação da execução de grandes obras, como é o caso da Zona Industrial de Tondela, da Frente Ribeirinha, do Centro Tecnológico e de Empreendedorismo, 2.ª fase da Escola Secundária de Tondela, que representam mais de 10 milhões de investimento, que se iniciaram no corrente ano.

A 31 de dezembro de 2019, o Município de Tondela apresentava um valor da dívida total dentro dos limites legais, correspondente a 0,34 vezes a média da receita líquida, calculada nos últimos três anos (cálculo provisório), sendo que o limite da dívida total é de 1,5 a média daquela receita.

Na análise à situação económico-financeira, verifica-se que o passivo exigível total é de 6.324.099,33 euros em 2019, tendo reduzido mais de 1 milhão de euros comparativamente com 2018, sendo perto de 645 mil euros referentes à amortização da divida bancária no exercício de 2019

No que toca ao passivo, este assume um peso reduzido quando comparado com o valor dos fundos próprios, sendo, contudo de realçar a redução de mais de um milhão de euros no passivo exigível global em 2019.

Já́ o resultado líquido do exercício de 2019 ultrapassou os 512 mil euros, um valor que reflete a capacidade do Município em gerar proveitos, para fazer face aos seus custos e criar margem para continuar a consolidar investimento.

Por fim, sublinhe-se que em relação ao prazo médio de pagamentos da Câmara Municipal de Tondela, José́ António Jesus informou que ronda os 15 dias.