Orçamento para 2020 ronda os 34 milhões em Tondela

Novembro 12, 2019 | Região

O executivo da Câmara Municipal de Tondela aprovou, com os votos contra do PS, o Orçamento e as Grandes Opções do Plano para o ano de 2020, num montante que ronda os 34 milhões de euros. A maior fatia do investimento vai para as funções sociais, com 16,8 milhões de euros, com o ambiente e saneamento à cabeça com 6 milhões de euros, tendo o Município como estratégia “a melhoria dos sistemas existentes”.

Na mesma rubrica, são destinados à educação cerca de 2,5 milhões de euros; 1,4 milhões de euros para a ação social; 600 mil euros para a saúde; e mais de 2 milhões de euros para desporto e cultura. Para as funções económicas estão alocados cerca de 11 milhões de euros, enquanto que as funções gerais prevêem 5,2 milhões de euros.

“Na elaboração dos documentos previsionais para o exercício de 2020 esteve sempre um exercício de clareza, objetividade e transparência. No próximo ano recentramos as linhas estruturais que nos havíamos proposto para o presente mandato, mas que, assumidamente, tivemos de deixar para segundo ou terceiro plano, face à emergência com que fomos confrontados em outubro de 2017”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Tondela, José António Jesus.

Sobre os grandes investimentos para 2020, o presidente da Câmara Municipal de Tondela destaca a grande obra de saneamento, captação de água, adução, reservatórios e distribuição à Vila do Caramulo, que ronda os 2,3 milhões de euros, bem como a expansão e reabilitação de infraestruturas da zona Industrial municipal (ZIM) de Tondela, que se encontra para submissão. Três obras que representam cerca de 10 milhões de euros de investimento. Para requalificação “profunda” do balneário Termal de Sangemil, está alocado um investimento de perto de um milhão de euros.

No domínio do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), a par do início da construção do Centro Tecnológico e de Empreendedorismo, “também será possível desenvolver o concurso da Frente Ribeirinha, depois de concluídas com sucesso as demoradas negociações inerentes à aquisição de terrenos para executar a obra”, explica José António Jesus.

“A nossa aposta no desenvolvimento económico do concelho mantém-se clara para o ano de 2020, em que desejamos continuar a construir a confiança que se manifesta no contínuo grau de investimento privado, na criação de emprego qualificado, na fixação de quadros e no fortalecimento dos ‘clusters’ e da forte componente empreendedora das