Lamego é sede da nova entidade que gere sistema de água no Douro Sul

Novembro 12, 2019 | Região

A cidade de Lamego vai acolher a sede da nova entidade intermunicipal, criada esta semana, com o objetivo de explorar e gerir os sistemas públicos de captação, tratamento e distribuição de água e de drenagem e tratamento de águas residuais. O edifício da antiga Escola Primária Nº1, em frente à Escola Secundária de Latino Coelho, receberá as instalações da associação “Águas do Douro Sul” que passará a ser responsável pela gestão da distribuição da água em baixa e também do saneamento básico de 10 municípios da região.

Integram a nova entidade os concelhos de Lamego, Armamar, Moimenta da Beira, Penedono, Resende, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço e Tarouca, no distrito de Viseu, bem como o concelho de Vila Nova de Foz Côa, do distrito da Guarda. Os associados acordaram na convergência tarifária nos próximos cinco anos e que será criado, pelo menos, um posto de atendimento no território de cada um dos municípios associados. Como é o concelho mais populoso, Lamego terá a maior quota (19%) de unidades de participação da nova entidade constituída pela Associação de Municípios do Vale do Douro Sul.

“A criação da “Águas do Douro Sul” permitirá a apresentação de candidaturas destinadas ao Ciclo Urbano da Água e a obtenção de financiamento comunitário. Além disso, está prevista a melhoria da qualidade do serviço prestado em consequência dos ganhos de eficiência decorrentes desta agregação”, afirma o Presidente da Câmara Municipal de Lamego, Ângelo Moura.