Cobertura ecológica do Mercado 2 de Maio em Viseu arranca em 2020

Novembro 25, 2019 | Região

O presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, levou para a Gala do Comércio que assinalou os 119 anos da Associação Comercial do Distrito de Viseu, “uma novidade em primeira mão”. Na hora de “prestar contas” a um parceiro com quem a Autarquia tem “assumido compromissos” e mantido uma “estreita ligação”, o autarca antecipou aos comerciantes presentes no Salão Nobre da ACDV, as imagens do que será a prometida cobertura do Mercado 2 de Maio. Um projecto, disse, “para votar e aprovar” já na reunião do executivo da próxima semana.

Socorrendo-se da projecção de diapositivos, Almeida Henriques, explicou que a cobertura projectada “vai transformar o Mercado 2 de Maio num espaço ecológico”, ficando toda a área coberta por painéis fotovoltaicos que produzirão energia suficiente para abastecer não só o Mercado mas também os edifícios da empresa «Aguas de Viseu», na Rua do Comércio, e da Câmara Municipal.

Aos comerciantes, o presidente da Câmara Municipal de Viseu anunciou que a cobertura ecológica do Mercado 2 de Maio deverá arrancar já no primeiro trimestre de 2020. O projecto, que ronda os 2 milhões de euros, vai ser “votado e aprovado” na reunião do executivo da próxima semana.

Depois de concluído o procedimento concursal, a obra deverá ser lançada ainda no primeiro trimestre de 2020, terá um prazo de execução de 18 meses, “pelo que deve ficar concluída em meados de 2021”, revelou Almeida Henriques.

Um espaço para a área da restauração com esplanada, ao nível intermédio entre o piso térreo e o piso superior, instalação de duas coberturas desniveladas entre os pisos; uma melhor acessibilidade que incluirá um elevador panorâmico; e a colocação de um piso mais atractivo, idêntico ao da Rua Formosa; foram alguns dos pormenores da requalificação do Mercado 2 de Maio. Um espaço, garante Almeida Henriques, que ficará transformado “numa grande praça de eventos, animação e muita actividade cultural. E mantendo a traça original que hoje tem”.