CIM Viseu Dão Lafões lança Plataforma «Vigia»

Junho 18, 2019 | Região

Apresentada pela CIM Viseu Dão Lafões, já está criada e disponível uma nova ferramenta que vai ajudar os vários agentes de Proteção Civil da região na luta contra os incêndios florestais: a Plataforma «Vigia». A informação foi avançada pelo secretário executivo, Nuno Martinho, durante o Seminário «Modernização e Inovação na Administração Pública Local», que decorreu no Hotel Montebelo, em Viseu.

“Através desta plataforma, é possível aceder às temperaturas e ao vento de cada uma das 14 estações meteorológicas, fazer a previsão para os próximos tempos no território, perceber qual é o grau de perigosidade em incêndios florestais, para além de permitir aos agentes regionais de Proteção Civil detectar o túnel de propagação”, explicou Nuno Martinho.

A mesma Plataforma dispõe ainda de um estudo de caracterização dos grandes incêndios florestais ocorridos nas únicas três décadas. Uma funcionalidade única a nível nacional.

Também na sequência de uma candidatura conjunta apresentada pela CIM Viseu Dão Lafões e pela CIM da Região de Coimbra, já aprovada e em fase de lançamento de procedimento concursal, os dois organismos intermunicipais vão poder instalar câmaras de videovigilância nas matas dos dois territórios. Um investimento de três milhões de euros, cujo projecto deverá estar no terreno no prazo de dois anos.

Ainda em relação à introdução de novas funcionalidades no âmbito da modernização e inovação na administração pública, anunciadas no Seminário «Modernização e Inovação na Administração Pública Local», estas assentam em quatro eixos: criação de um sistema de apoio à gestão de dados à escala municipal e intermunicipal, que integrará uma aplicação móvel; reengenharia e desmaterialização que, para além da optimização da gestão de recursos disponíveis, integra ainda uma plataforma destinada à construção e instrução de pedidos e formalidades na área do urbanismo; um balcão único de atendimento que visa reforçar a disponibilização de serviços online; e a capacitação tecnológica que permitirá aos municípios optimizar recursos disponíveis nos respectivos centros de dados.

Sob o mote da transformação digital e inovação dos serviços públicos e do estímulo à participação e inclusão dos cidadãos, o seminário promovido pela CIM Viseu Dão Lafões pretendeu dar uma perspetiva de “como uma estratégia adequada, suportada pelas melhores soluções, pode ser utilizada para promover o envolvimento dos cidadãos na gestão dos territórios e simplificar a sua relação com as autarquias”.

© 2019 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.