Cim Viseu Dão Lafões ensaia tecnologia inovadora na gestão de vias

Junho 9, 2020 | Região

O Centro de Competências de Gestão de Vias, da Comunidade Intermunicipal Viseu Dão Lafões (CIM Viseu Dão Lafões), constituído em 2016, numa parceria com a Empresa Infraestruturas de Portugal, S.A. e os 14 municípios associados da CIM Viseu Dão Lafões, tem como missão apoiar a gestão e a tomada de decisão relativa à manutenção e conservação da rede viária municipal da região, procurando garantir a segurança das infraestruturas rodoviárias do território, ao mesmo tempo que capacita as equipas técnicas de pavimentos e de SIG municipais com as ferramentas necessárias ao diagnostico e inventário dos pavimentos recorrendo, para o efeito, ao desenvolvimento de tecnologias inovadoras e adaptadas às especificidades das tarefas do CCGV.

Em complemento à ferramenta que tem sido utilizada pelas equipas, assente no registo, através de uma solução específica executada num tablet aliado a um GPS de alta precisão, das patologias existentes no pavimento, a CIM Viseu Dão Lafões ensaiou no Município de Aguiar da Beira, uma tecnologia inovadora que pode reduzir os custos de operação.

A nova tecnologia de inteligência artificial, recorre à recolha da imagem com um smartphone, colocado no para-brisas de uma viatura, sendo transmitida em tempo-real para um servidor, onde, algoritmos de inteligência artificial, identificam, localizam e caracterizam as patologias assinaladas, além de mais rápida e eficiente, permite que de forma automática se proceda ao cálculo do índice de qualidade (IQ) dos pavimentos e à classificação do seu estado de conservação, fornecendo informações úteis para a aplicação das melhores metodologias de gestão preventiva da rede rodoviária, contribuindo para assegurar a longevidade e segurança das infraestruturas, podendo ainda evoluir para auxiliar na identificação e gestão da sinalização vertical, bem como, para a monitorização das faixas de controle de combustível nas bermas das estadas analisadas.

Estes dados facilitam a projeção de estratégias de reparação ou de conservação da rede viária, permitindo, por um lado, otimizar as decisões de investimento, e, por outro, antecipar a necessidade de intervenção. Partindo do benchmarking, realizado hoje, os técnicos poderão validar a tecnologia, até agora utilizado, face à que foi ensaiada em Aguiar da Beira.

Para o Secretário Executivo da CIM Viseu Dão Lafões, Nuno Martinho “A boa gestão e conservação da rede rodoviária dos territórios é determinante para a sua competitividade”. “Assim, o CCGV constitui-se como instrumento fundamental no apoio à tomada de decisão sobre a manutenção e conservação da rede viária dos 14 concelhos”, acrescentou. Ainda de acordo com o Secretário Executivo, “para além da capacitação das equipas de gestão de vias dos municípios, a CIM Viseu Dão Lafões, está empenhada em desenvolver ferramentas que permitam adquirir um conhecimento profundo da rede rodoviária regional, realizar estudos de carácter estratégico para requalificação das redes rodoviárias municipais, otimizando os investimentos”. “Foi neste contexto, que foi desenvolvido o SGPav M que opera numa lógica intermunicipal, promovendo a partilha de recursos e serviços, no âmbito das tecnologias e dos sistemas de informação geográfica melhorando tanto a qualidade como a eficiência das intervenções”, concluiu.