Bispo de Viseu inaugurou a mais prolongada Feira de São Mateus

Agosto 24, 2012 | Região

Pela primeira vez, desde que Fernando Ruas preside à Câmara Municipal de Viseu, a Feira de S. Mateus não foi inaugurada por um membro do governo. A escolha, que cumpre uma promessa do autarca em relação às edições que coincidem com os últimos dois anos dos seus mandatos (em 2013 já garantiu que será ele próprio a presidir à cerimónia de abertura) recaiu, desta vez, sobre um «ministro»… mas de Deus:  D. Ilídio Leandro, Bispo da Diocese.  E foi “com subida honra” que o Prelado enalteceu o “acto de coragem” de quem o convidou para presidir ao acto, sobretudo “numa altura em que Deus não está muito presente na sociedade em que vivemos”.

Com abertura marcada, desde há vários anos, para a véspera do feriado de 15 de Agosto, a Feira de S. Mateus 2012 arrancou quatro dias antes (sexta-feira, 10 de Agosto), para se prolongar até 23 de Setembro, aproveitando desta forma dois fins de semana que, certamente, “vão contribuir para atrair ainda mais gente ao popular certame”, justificou Fernando Ruas em conferência de imprensa.

Em tempo de crise, a Expovis (entidade promotora do certame) pretende, mesmo assim, “superar” na edição deste ano da Feira de S. Mateus os 195 mil bilhetes vendidos em 2011, apesar dos cortes substanciais nas despesas com os espectáculos que, em 2012, não vão ultrapassar os 350 mil euros. José Moreira, director executivo da Expovis (entidade promotora do certame), recorda que o ano passado o orçamento chegou aos 800 mil, assumindo que o concerto dos James “registou um prejuízo de 10 mil euros”.

O preço demasiado caro que representou aquela experiência de internacionalização da Feira de S. Mateus, levou a organização a não contratar este ano bandas internacionais. “Tentamos o Joss Stone, que optou pelo Rock in Rio, e outros artistas de renome, mas o «cachet» que nos pediam obrigava-nos a subir o preço dos bilhetes até 10 euros”, explica José Moreira. O responsável confirma a manutenção do preço das entradas a 2,50 euros, à excepção dos dias dos concertos dos Xutos e Pontapés (19 de Agosto), e dos Boss AC (1 de Setembro), que custarão 5 euros.

Pelo palco principal da Feira vão ainda passar os Azeitonas (17 de Agosto), David Fonseca (18 de Agosto), The Gift (25 de Agosto), Santa Maria (8 de Setembro), Quim Barreiros (9 de Setembro), André Sardet (18 de Setembro) e Fingertips (22 de Setembro), entre outros.

“Manter os aspectos positivos da edição anterior e potenciar os menos bons”, é o propósito da Expovis para a Feira de S. Mateus 2012, cujo slogan «Vamos Todos» pretende, sobretudo, atingir os públicos mais jovens. Para isso, foi instalada uma tenda com 1.500 metros quadrados (palco 2), onde irão pontificar espectáculos alternativos para públicos mais heterogéneos”, explica José Moreira.

Mas as novidades não ficam por aqui. As «Quintas do Rock», as «Quartas FNAC», o regresso do Teatro Mais Pequeno do Mundo com espectáculos de 5 minutos a 16, 17, 22, 23 e 24 de Agosto, e o «Negócio de Rua», “uma forma de ocupar o relvado junto ao espelho de água”, são outras atracções da Feira de S. Mateus 2012, um certame que este ano conta com a presença de 300 expositores