Autarcas da CIM Viseu Dão exigem quarentena profilática a emigrantes

Março 27, 2020 | Região

A CIM Viseu Dão Lafões reuniu em sede de Conselho Intermunicipal para fazer um ponto de situação sobre a evolução da situação epidemiológica da infecção do COVID-19. Nesta reunião, e face às indefinições reinantes nesta matéria, foi reiterada a exigência dos autarcas na necessidade de uma quarentena profilática por parte de emigrantes, ou de concidadãos que regressem ao território.

“Considerando os sucessivos apelos dos autarcas que por si fizeram igual pedido, para que fosse feita uma quarentena profilática por parte de emigrantes, ou de concidadãos, que se dirigem aos nossos territórios, sem que até à data esta Comunidade Intermunicipal tenha recebido qualquer informação sobre esta pretensão, o Conselho Intermunicipal da CIM Viseu Dão Lafões, reitera a urgência em que as autoridades de saúde façam chegar a sua posição sobre esta matéria, para que a situação seja avaliada em sede de Coordenação Interministerial”, lê-se no comunicado enviado à comunicação social”.

Esta posição surge na sequência de declarações da Directora Geral de Saúde, segundo as quais, “cabe às Entidades Locais e Regionais de Saúde, em função da avaliação da situação da evolução da pandemia COVID-19 nos seus territórios, a cada momento, sinalizar e solicitar essa pretensão, para que, do ponto de vista nacional, sejam articuladas soluções nacionais com iguais critérios de aplicação”.