Hélder Amaral candidata-se à presidência do CDS.PP em Viseu

Julho 2, 2012 | Política

O deputado Helder Amaral anunciou, a semana passada, à sua candidatura à liderança da Comissão Política Distrital de Viseu do CDS-Partido Popular, nas eleições que decorrerão no próximo dia 16 de Julho. “Tomei esta decisão depois de bastante reflectir, em conjunto com muitos militantes e dirigentes locais, que convergiram na convicção de que, num momento de intenso combate político nacional, em que as estruturas locais são um suporte imprescindível do partido, e em que é preciso intensificar a preparação do ciclo eleitoral autárquico do próximo ano, o CDS-PP de Viseu deve assegurar uma transição da liderança distrital que permita uma intervenção dedicada, experiente e imediata”, justificou, em comunicado, Helder Amaral.

A candidatura de Helder Amaral à presidência da Distrital do CDS-PP, surge na sequência da renúncia de Rui Santos a este cargo (o mesmo aconteceu enquanto deputado municipal), apresentada em Maio deste ano. Uma decisão que o também vice-presidente da bancada parlamentar do Partido na A.R. justifica com o desafio político “mais importante do mandato” da lista que encabeça: a aquisição, nos últimos anos, uma representatividade autárquica relevante, e as eleições autárquicas de 2013, ano em, que grande parte das presidências de câmara mudará de protagonistas”.

Esse facto, conclui Hélder Amaral, levará os portugueses a estarem mais atentos às alternativas e à novidade das propostas. Uma mudança que O CDS-PP “terá de aproveitar para se mostrar com um conjunto de ideias que representem uma governação local moderna, com novas gerações de políticas, que rompam com o ciclo vicioso do bairrismo, do clientelismo e da obra pública sumptuosa, e que assentem na liberdade dos agentes económicos, sociais e culturais”.

A candidatura de Hélder Amaral compromete-se com um trabalho de que resulte, em 2013, um incremento significativo da presença do CDS nos órgãos executivos e deliberativos das autarquias do Distrito.

Na lista que se submeterá a sufrágio os militantes, figuram os nomes de Filipe Valente (Mortágua), Manuel Marques (Nelas) e Manuel Coutinho (Lamego) como vice-presidentes; Pedro Silva (Viseu), secretário; e dos vogais Francisco Mendes da Silva (Viseu), Paulo Duarte (Vouzela), Carlos Rodrigues (Castro Daire), Luis Gonçalves (Penalva do Castelo), Rui Vaz (Mangualde), Cristiano Coelho (Moimenta da Beira), Carlos Cunha (Viseu) e Nuno Franklin (Sernancelhe).

Para presidirem à Mesa do Plenário Distrital e ao Conselho Distrital de Jurisdição, foram convidados, respectivamente, os militantes António José Coelho e Pedro Maria Peixoto.