Fernando Ruas de malas aviadas para Estrasburgo

Março 12, 2014 | Política

Sem surpresas, o ex-presidente da Câmara Municipal de Viseu e da Associação de Municípios Portugueses, Fernando Ruas, viu aprovado o seu nome, por uma larga maioria dos elementos do Nacional do PSD (88 por cento), para integrar a lista «Aliança Portugal» às eleições para o Parlamento Europeu 2014. No segundo lugar da coligação PSD/CDS.PP, encabeçada por Paulo Rangel, a única surpresa para alguns observadores políticos – tudo indicava que fosse Alberto João Jardim -, Ruas cumpre assim um objectivo político que nunca colocou de parte, depois de 24 anos na presidência da Autarquia viseense.

A Comissão Política Distrital de Viseu (CPD) do PSD já veio a terreiro congratular-se com a escolha de Fernando Ruas proposta pela direcção nacional liderada por Pedro Passos Coelho, de quem foi mandatário nacional nas últimas eleições no Partido, sobretudo pelo “lugar honroso” que o ex-autarca ocupa na lista «Aliança Portugal». “É, fundamentalmente, o reconhecimento do político, do autarca com um percurso notável de dedicação à causa pública, que dignificou o Poder Local e o Partido Social Democrata”, sublinha, em comunicado aquela estrutura partidária.

No mesmo comunicado, a CPD do PSD, liderada por Mota Faria, refere que Fernando Ruas, que presidiu à Câmara de Viseu durante seis mandatos consecutivos, “é uma personalidade de referência a nível regional e nacional, um exemplo de proximidade e afectividade às pessoas, de dedicação e disponibilidade, que de certeza irá defender o país e a nossa região, contribuindo também, para uma Europa mais unida, forte e solidária”.

O terceiro lugar da lista da coligação do PSD e CDS às eleições para o Parlamento Europeu, que ocorrem em Maio, é ocupado pela candidata independente dos Açores Sofia Ribeiro. Na quarta posição surge o primeiro candidato do CDS, Nuno Melo. Carlos Coelho, Cláudia Aguiar (PSD Madeira) e José Manuel Fernandes, aparecem nos lugares imediatos da «Aliança Portugal». Nas últimas europeias, o PSD elegeu oito eurodeputados e o CDS conseguiu dois.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.