Produtos de Viseu Dão Lafões à venda no mercado digital

Maio 21, 2020 | Economia

Inaugurado pela ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, já está em funcionamento o mercado digital «Prove Viseu Dão Lafões». A iniciativa, promovida pela Comunidade Intermunicipal (CIM) Viseu Dão Lafões, envolve vários parceiros, entre os quais os CTT, CVR – Comissão Vitivinícola da Região do Dão e os grupos de acção local (GAL) – Adices, ADD, ADDLAP e ADRIMAG. Objectivo, “apoiar os produtores da região a escoar os seus produtos a nível nacional”, ultrapassando desta forma as limitações ditadas pela pandemia.

O mercado digital, que substitui a tradicional iniciativa da CIM Viseu Dão Lafões, está alojado, este ano, na plataforma dott.pt/pt/campaign/mercado-prove-viseu-dao-lafoes, e é dedicado, segundo a CIM, à comercialização de vinho, queijos, fumeiros, mel, compotas e outros produtos de excelência dos 14 municípios que integram o organismo.

O Dott, um ‘marketplace’ generalista, pretende, segundo Nuno Martinho, secretário-executivo da CIM Viseu Dão Lafões, “ser um acelerador para a transformação digital das micro, pequenas e médias empresas da região, tendo por missão apoiar os produtores locais no escoamento dos seus produtos a nível nacional, face ao contexto que se vive atualmente com a pandemia Covid-19”.

“Esta é uma excelente oportunidade”  para os produtores que conseguiram adaptar-se à nova realidade, entrarem neste mercado em condições que Nuno Martinho considera “muito vantajosas” (isenção do pagamento de inscrição na plataforma e redução das percentagens a entregar à Dott).

Ao todo, o mercado digital «Prove Viseu Dão Lafões» disponibiliza inicialmente cerca de 80 produtos de 15 produtores da região, esperando-se que chegue à centena de produtos com a adesão de mais produtores.