EDP Distribuição investiu 289 mil euros em Vouzela nos primeiros quatro meses do ano

Julho 2, 2012 | Economia

Nos primeiros quatro meses de 2012, a EDP Distribuição investiu cerca de 289 mil euros no concelho de Vouzela, montante que corresponde a obras de expansão de rede, beneficiação de redes existentes e de melhoria de qualidade do serviço.

Entre as obras concluídas, está a execução de linha de média tensão aérea, para alimentação do posto de transformação do Centro Social de Campia, e a ampliação de rede de baixa tensão em S. Miguel do Mato. Foram também beneficiados oito postos de transformação, efectuados catorze desvios de rede de baixa tensão, e remodelada a rede de baixa tensão e iluminação pública em Confulcos, na freguesia de Cambra.

Durante o mesmo período, foram ainda executados 1.996 metros de rede de média tensão, instalados seis PT´s, 5.280 metros de rede de baixa tensão, 26 chegadas, e colocadas 106 luminárias.

Em fase de trabalhos está a execução da ampliação da rede de baixa tensão em Vasconha e a instalação/substituição de luminárias em Póvoa de Codeçais, na freguesia de Fornelo do Monte, bem como a execução de dez desvios da rede de baixa tensão e a remodelação da rede de baixa tensão e iluminação pública em Vasconha.

Tendo em vista a melhoria da qualidade de serviço, a EDP está também a proceder à remodelação da subestação de Vouzela, bem como à criação de nova alternativa de alimentação à sede do concelho.

 

 FIBRA ÓPTICA CHEGA A 50 POR CENTO DA POPULAÇÃO

 A Fibroglobal – Comunicações Eletrónicas S.A., empresa do grupo Visabeira, vai dar início, no concelho de Vouzela, à implementação da rede de comunicações electrónicas de alta velocidade, vulgo fibra óptica, que irá abranger 50% da população. Os trabalhos consistem na construção de infraestruturas subterrâneas e na instalação de nove armários para alojar o equipamento de telecomunicações.

Segundo Telmo Antunes, presidente da Câmara Municipal de Vouzela, “este equipamento irá contribuir para assegurar a competitividade e a sustentabilidade empresarial, promover o desenvolvimento rural, o emprego e a valorização de capital humano. É uma boa notícia para o concelho”, realçou o autarca.