Academia nasce em Mundão para dinamizar futebol distrital

Setembro 29, 2017 | Desporto

Está lançada a primeira pedra da Academia do Futebol Distrital. A infraestrutura vai ser construída no lugar de Chão de Alva, em Mundão, e aproveitará o parque desportivo há muito desactivado, em terrenos cedidos pela Junta de Freguesia. O projecto foi em devido tempo candidatado pela Associação de Futebol de Viseu ao fundo de investimento e desenvolvimento da Federação Portuguesa de Futebol, e a obra deverá ficar concluída já “no início da próxima época futebolística”.

“Estamos perante uma obra fundamental e de enorme importância para o desporto no distrito de Viseu, sobretudo para as vertentes de futebol de 11, 9, 7 e de futsal, formação de árbitros e demais agentes desportivos. E para acabar com o contratempo de andarmos com a casa às costas, sempre que as selecções distritais precisem de treinar, devido à falta de espaços disponíveis no Fontelo”, reconheceu o presidente da AFV, na cerimónia de lançamento da primeira pedra da Academia.

José Alberto Ferreira explicou que a obra começa com um ano de atraso, uma vez que o projecto demorou a ser aprovado pelo IPDJ. “Felizmente que o actual secretário de Estado, o viseense João Paulo Rebelo, foi sensível à nossa pretensão”, disse o presidente da AFV, que reconheceu também o “incentivo” dado pelo vereador do Desporto e pelo presidente da Junta de Freguesia. “Foi decisivo para instalação da Academia em Mundão”, concluiu.

Para além de servir o futebol distrital no seu conjunto, e de acordo com o protocolo assinado, as instalações ficarão também disponíveis para o grupo de futebol de Mundão, desde que este seja reactivado,

O equipamento, que irá ocupar uma área de cerca de 30 mil metros quadrados, representa um investimento de mais 700 mil euros e vai ficar dotado de dois campos de futebol (um de 11 e outro de 9), balneários para 4 equipas em simultâneo, centro médico, área de recuperação com tanque de hidroginástica, e uma área de serviços.

Para fazer face ao investimento, a AFV já tem garantida uma verba disponibilizada pela Federação Portuguesa de Futebol, mas José Alberto Ferreira disse ter já a garantia do envolvimento de todas as câmaras do distrito num equipamento que vai servir todo o futebol distrital. A Câmara Municipal de Viseu assume ainda a responsabilidade pela melhoria das acessibilidades e arranjo da área envolvente.

Fernando Gomes, presidente da FPF, considera que a academia representa um “marco do desenvolvimento do futebol em Viseu” e, da parte do organismo que dirige “há todo o empenho em ajudar a AFV a dar este importante passo”.

Para o presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, a Academia “será mais uma infraestrutura ao serviço do desporto em Viseu, um concelho onde a actividade desportiva, com particular atenção na formação, continua a ser uma prioridade do Município.”

O autarca conclui que o equipamento em Mundão, para além de servir toda a região, “será estruturante” para toda aquela zona do concelho, ao cobrir todo o eixo da estrada de Sátão.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.