Protocolo gemina festivais literários de Viseu e Cabo Verde

Novembro 7, 2018 | Cultura

O Município de Viseu e o Governo de Cabo Verde, através do Ministério da Cultura e das Industrias Criativas, firmaram um protocolo de cooperação para a geminação dos seus festivais literários e para a abertura de um canal de contacto regular nas áreas da valorização da língua e da literatura portuguesas, das trocas culturais e artísticas locais e na promoção dos seus destinos turísticos culturais e patrimoniais. O acordo foi assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, e o Ministro da Cultura e das Industrias Criativas, Abraão Vicente, em Cabo Verde.

“Abre-se aqui uma cooperação inédita entre o Município de Viseu e Cabo Verde, que fortalece simultaneamente os laços culturais da nossa comunidade lusófona e as nossas agendas de valorização e promoção das artes e da literatura. É uma ponte estratégica de solidariedade e de trocas”, refere Almeida Henriques.

Esta ponte estratégica, que tem associado um plano de trabalhos regular, é o resultado de mais de meio ano de trabalho entre o Pelouro da Cultura do Município de Viseu e o Ministério da Cultura e Industrias Criativas cabo-verdiano, que permitiram identificar áreas-chave de cooperação e promoção comum.

Através deste protocolo, garanta-se desde já a participação no próximo “Tinto no Branco – Festival Literário de Viseu” (que decorre de 7 a 9 de dezembro) do Prémio Camões 2018, de nacionalidade cabo-verdiana, Germano Almeida, e do Ministro da Cultura (também ele escritor), Abraão Vicente.

Por outro lado, o “Tinto no Branco – Festival Literário de Viseu” organizou uma Mesa de Debate sobre a importância dos festivais literários na promoção do livro e da leitura no Festival Literário de Cabo Verde Morabeza. Esse debate foi moderado pelo Vereador da Cultura e Turismo de Viseu, Jorge Sobrado, contando com a participação do escritor português Francisco José Viegas e da Curadora da Biblioteca Nacional de Cabo-Verde, Fátima Fernandes.

“A geminação dos festivais literários Morabeza e Tinto no Branco representam um passo muito importante na internacionalização destes eventos e na valorização de Viseu e Cabo Verde como destinos de turismo cultural. Esta semente de cooperação está e multiplicar-se e dará origem já em 2019 a novas parcerias noutros setores culturais”, adianta Jorge Sobrado.

Realizaram-se alguns encontros bilaterais nestes dias, estando já a trabalhar-se noutras iniciativas de cooperação, que serão anunciadas em dezembro, em Viseu, aquando da participação do Ministro da Cultura no Festival “Tinto no Branco”.

 

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.