«Programar» do «Viseu Cultura» com financiamento de 450 mil euros

Abril 11, 2018 | Cultura

Estão assinados os contratos de financiamento de 12 das 21 candidaturas submetidas à linha de apoio «Programar» do «Viseu Cultura» Projectos que, no entender da Comissão de Avaliação, reuniram as condições de admissibilidade, elegibilidade e qualidade, e receberam classificação superior a 75 por cento.

No plano financeiro, estas 12 candidaturas representam um investimento cultural de 700 mil euros, a realizar no ano de 2018, e uma comparticipação do Município de quase 450 mil euros, ou seja, 90 por cento do orçamento fixado. Foram atribuídos dois envelopes de 100 mil euros; um de 50 mil; um de 40 mil; quatro de 25 mil; três de 15 mil; e um de 13 mil euros.

Para o presidente da Câmara Municipal de Viseu, o orçamento alocado “tem vindo a crescer de uma forma consistente mas estabilizada, procurando sempre criar com os nossos parceiros uma lógica que permita pensar naquilo que é o prazo dos nossos mandato”.  Uma política “ao arrepio” do que acontece a nível nacional, conclui Almeida Henriques, que se manifestou “solidário” com a luta dos agentes culturais face aos cortes orçamentais por parte do Ministério da Cultura.

Na lista de projectos financiados constam projetos bem conhecidos como o Festival de Jazz, os Jardins Efémeros, o Festival Internacional de Música da Primavera de Viseu, o Viseu Rural 2.0, o Vista Curta, mas também iniciativas novas ou emergentes como os projetos “SOLOS E SOLIDÃO” (no Carmo 81), “Os 4 Clowns do Apocalipse” (iniciativa do Teatro de Montemuro, com circulação por freguesias fora a cidade), as “Visitas com História” ou o projeto “E depois da dança”.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.