Prémio Arquitetura do Douro em coletânea fotográfica em Lamego

Novembro 25, 2019 | Cultura

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) tem patente até 28 de dezembro (entrada livre) na Galeria de Arte do Solar da Porta dos Figos, do Município de Lamego, a coletânea fotográfica “Prémio Arquitetura do Douro 2019”, propondo um olhar retrospetivo sobre os cinco vencedores, assim como das menções honrosas, nas cinco edições do prémio.

A Adega da Quinta da Touriga, o Museu da Vila Velha, o Armazém da Quinta do Portal, o Museu do Côa e o Centro de Alto Rendimento do Pocinho, assinados por nomes como António Leitão Barbosa, Belém Lima, Siza Vieira, Camilo Rebelo e Álvaro Andrade, ganham destaque na exposição.

O Prémio Arquitetura do Douro, promovido pela CCDR-N, em parceria com a Ordem dos Arquitetos (Secção Regional do Norte), a Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal e a Direção Regional da Cultura do Norte, distingue boas práticas do exercício da arquitetura realizadas na região após a inscrição do Alto Douro Vinhateiro na Lista do Património Mundial da UNESCO. Ao Prémio Arquitetura do Douro puderam concorrer intervenções de construção, conservação ou reabilitação de edifícios ou conjuntos arquitetónicos, bem como intervenções de desenho urbano em espaço público. Esta exposição, que já esteve patente na galeria MIRA FORUM no Porto e no Metro do Porto, tem, entre outras qualidades, a importância de chamar a atenção do público para um Douro menos conhecido e ilustrar a excelência da arquitetura portuguesa fora dos grandes centros.