Politécnico de Viseu acolhe a Ephemera

Março 24, 2020 | Cultura

Com a inauguração do Núcleo da Ephemera no Politécnico de Viseu, as duas instituições protocolaram a recolha de materiais, bem como a organização de eventos destinados à divulgação do acervo da “Biblioteca Arquivo de José Pacheco Pereira” e do trabalho da “Associação Cultural Ephemera”, incluindo as suas publicações.

O ato público de assinatura de um Protocolo de Cooperação entre a Associação Cultural Ephemera e o Politécnico de Viseu (PV), representadas pelos seus presidentes, José Pacheco Pereira e João Monney Paiva, respetivamente, realizou-se nos Serviços Centrais do PV, na última sexta-feira.

A sessão, integrada num programa que iniciou com a apresentação do Arquivo Ephemera, incluiu a entrega de ofertas dos voluntários de Viseu da Ephemera e culmoinou com a inauguração de uma exposição de fotografias dos Armazéns no Barreiro, da autoria de Rui Serrano. A entrada é livre.

Com este protocolo o Politécnico de Viseu continua a estabelecer parcerias com entidades ativas na área da qualificação, formação e investigação para desenvolvimento de ações destinadas ao estudo, salvaguarda, valorização, divulgação e fruição do património cultural da região em que se insere.

A inauguração do Núcleo de Viseu da Ephemera integra-se no Programa de Comemorações dos 40 Anos do Politécnico de Viseu.