Museus Municipais reabrem com 7 dias de lançamentos e iniciativas digitais

Maio 18, 2020 | Cultura

Em 2020, os Museus Municipais de Viseu celebram o seu Dia Internacional durante 7 dias. Até 24 de maio há uma agenda repleta de iniciativas e conteúdos digitais, que serão lançados nas redes sociais “Museus de Viseu”, para além de visitas, apresentações, oficinas e roteiros.

O Dia Internacional dos Museus  iniciou a semana com o lançamento da Imagoteca Municipal do Museu de História da Cidade. Este centro de recursos, criado por despacho do Presidente da Câmara, é dedicado à recolha, arquivo, preservação, digitalização, estudo e divulgação de documentos de imagem representativos da história da Cidade e do Concelho, especialmente de fotografias, mas também postais ilustrados, cartazes e filmes, datados até ao final do século XX.

“Esta iniciativa constitui um cumprimento mais do programa ‘VISEU PRIMEIRO 2017/2021”, sublinha o Presidente da Câmara Municipal, António Almeida Henriques, e “é um desenvolvimento do projeto do Museu de História da Cidade, baseado na capacitação tecnológica dos serviços municipais”.

Para o Vereador da Cultura e do Património, Jorge Sobrado, “este novo serviço é uma boia de salvamento lançada à memória visual da cidade, referindo que “permitirá resgatar ao risco de desaparecimento irreversível um património de imagem valioso, atualmente disperso e sob o anonimato”.

O acervo da Imagoteca assumirá um carácter colaborativo e participativo, sendo alimentado pela cedência de registos com interesse histórico por parte da população, mas também e instituições e empresas. Será criado um mural online, no sítio do Museu de História da Cidade, com os nomes de todos os doadores de imagens que venham a integrar o arquivo.

A Quinta da Cruz – Centro de Arte Contemporânea reabriu ao público com a exposição “I dreamt your house was a line”, instalação da autoria de Pedro Cabrita Reis, um dos mais reconhecidos dos artistas portugueses contemporâneos. O público seguiu um protocolo de segurança e higiene, devido à pandemia do COVID-19. Os visitantes interessados em marcar presença na abertura devem preencher o seguinte formulário, individualmente, e reservar o horário de visita pretendido: https://forms.gle/UbNJuCvbwWByJXaJA.

Já a Casa da Ribeira promove, amanhã, 19 de maio, o lançamento do catálogo da exposição “Aspetos do Nosso Trajar”, em formato digital. Esta exposição temporária, lançada em 2018, ano de “Viseu, Cidade Europeia do Folclore”, com a curadoria de António Lopes Pires e a parceria do Museu Etnográfico de Silgueiros, é uma viagem pela cultura tradicional e popular da região de Viseu. As peças de roupa e acessórios expostos refletem as circunstâncias sociais e transformações culturais no último quarto do século XIX e finais da Primeira Grande Guerra, sendo também um pretexto para recordar múltiplas histórias.

Durante a semana, também o Museu de História da Cidade lança uma nova publicação no seu site, em www.mhcviseu.pt: o catálogo digital da exposição “Ícones da História de Viseu: o despertar do Museu”. O catálogo apresenta textos inéditos relativos a algumas das obras de arte, monumentos ou documentos mais relevantes da história de Viseu, da autoria de investigadores como Armando Coelho, Catarina Tente, Manuel Luís Real ou Pedro Sobral de Carvalho.

No dia 23, sábado, há uma visita guiada à exposição “Monte habitado: viver no Castro de Santa Luzia há 3000 anos”, no Museu do Quartzo, que também percorrerá o Monte de Santa Luzia. Esta visita decorrerá pelas 15h00, com a lotação máxima de 7 pessoas, e a inscrição é obrigatória através dos contactos do Museu do Quartzo.

No mesmo dia, pelas 17h00, o Museu Almeida Moreira lança o catálogo da exposição e projeto “Beira Ilustre”, da autoria de Rosário Pinheiro. Este lançamento será emitido em direto, através do Facebook “Museus de Viseu”, e abordará o trabalho artístico e de investigação de um dos mais pontuados projetos aprovados no programa VISEU CULTURA, através da linha Criar”.

Depois de dois meses de encerramento, face à pandemia do COVID-19, os Museus de Viseu reabrem a 19 de maio, da parte da tarde, com um protocolo de medidas de segurança, proteção e higienização, onde se destaca o uso obrigatório de máscara e o cumprimento das regras de distanciamento social e higienização.