Exposição evoca criador dos azulejos do Rossio

Maio 9, 2018 | Cultura

Está patente até 30 de setembro, no Museu Almeida Moreira, a exposição «Ligações Artísticas: Joaquim Lopes». A mostra revela, pela primeira vez, os estudos, adquiridos pelo Município de Viseu em 2014 à família do autor (1886 – 1956), que culminaram naquele que é considerado um dos ícones mais emblemáticos e procurados por quem visita a cidade: o painel de azulejos do Rossio.

Encomendada pelo Capitão Almeida Moreira, enquanto Administrador-Delegado da Comissão de Iniciativa e Turismo, para “embelezar a curva do Rossio”, a obra de Joaquim Lopes apresenta cenas do quotidiano e das tradições rurais beirãs, num complexo retrato da identidade da região.

Integrada no programa #viseufolk, no ano da «Cidade Europeia do Folclore», a exposição dá ainda a conhecer algumas cartas trocadas entre Almeida Moreira e Joaquim Lopes, que deixam transparecer uma profunda relação de amizade entre ambos e a elevada confiança que o Capitão depositava no criador portuense.

Na inauguração da exposição, o vereador da Cultura da Câmara Municipal de Viseu, Jorge Sobrado, congratulou-se com o facto de, em devido tempo, a Autarquia ter solicitado ao Ministério da Cultura, autorização para proceder, através de especialistas, ao estudo do painel de azulejos do Rossio e, ao mesmo tempo, convidar a família de Joaquim Lopes a incorporar, no património do Museu Almeida Moreira, a documentação que inspirou a obra.

“Esta é uma exposição e mais um documento importante a confirmar a “acção marcante que Almeida Moreira teve em toda a cidade de Viseu. E que revela a ligação do Capitão a um grande amigo que era visita assídua nesta casa que nos doou”, sublinhou o presidente da Câmara, Almeida Henriques, que anunciou estar já em curso o processo para classificação do painel dos azulejos do Rossio como «Património de Interesse Municipal».

 

«MINERAIS & FOLCLORE» NO MUSEU DO QUARTZO

O Museu do Quartzo, no Monte de Santa Luzia, a assinalar seis anos de funcionamento, tem patente, até ao final do ano, a nova exposição temporária «Minerais & Folclore: Entre Nós». Organizada pelo Município de Viseu em parceria com o Museu Etnográfico de Silgueiros e com o Rancho Folclórico de Torredeita, a exposição valoriza o aproveitamento dos minerais no dia-a-dia rural da região.

Nas várias peças expostas, vai ser possível conhecer algumas das potencialidades dos minerais e perceber os seus vários usos populares no quotidiano, desde a utilização na agricultura e no trabalho ao uso pessoal.

No ano em que Viseu se assume como “Cidade Europeia do Folclore”, esta é uma exposição que retrata a tradição da região na sua essência.

 

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.