«Do Bronze do Aço» no Museu do Quartzo

Novembro 2, 2020 | Cultura

O Museu do Quartzo – Centro de Interpretação Prof. Galopim de Carvalho tem patente a nova exposição temporária «Do Bronze ao Aço». A mostra convida os visitantes a viajar no tempo e a conhecer a história daquela que foi uma das mais importantes minas de quartzo no país. Desde os finais da Idade do Bronze, há 3 mil anos, o castro de Santa Luzia atraiu grandes explorações metalúrgicas – nesta época com particular enfoque na extração do estanho, tendo em vista a execução da liga binária de bronze.

A exposição traz também a público um olhar atento à história da Companhia Portuguesa de Fornos Elétricos, de Canas de Senhorim, que entre os anos de 1961 e 1986 aqui se instalou para explorar toneladas de quartzo, que transformava em ferro-silício, para uso no setor metalúrgico.

Para aproximar o visitante da sua narrativa, a mostra inclui uma componente audiovisual que apresenta testemunhos de pessoas que, ao longo dos anos, estiverem envolvidas, a vários níveis, na história do Castro de Santa Luzia.  É o caso do historiador e arqueólogo Alberto Correia, e dos antigos trabalhadores da Companhia Portuguesa de Fornos Elétricos, Idálio Ferreira e Hermínio Silva Dias e, ainda, de Maria da Glória Lopes, que apresenta o seu testemunho sobre o outro lado das explorações e o seu impacto no quotidiano da comunidade e dos moradores da zona à época.