Literatura e vinhos à Mesa do Festival Literário de Viseu

Dezembro 6, 2018 | Actualidade

Com um cartaz que inclui mais de 30 eventos e a presença de prestigiados nomes da literatura portuguesa, entre os quais dois prémios Camões, a quarta edição do Festival Literário «Tinto no Branco», que decorre de 7 a 9 de dezembro no Solar do Vinho do Dão, não só consolida uma já assumida “expressão nacional”, como se reclama também como um destino turístico de eleição, em tempo de inverno.

Integrado no evento enoturístico, e parceiro de eleição, «Vinhos de Inverno», este a cumprir

já a quinta edição, o IV Festival Literário «Tinto no Branco» será, na convicção do vereador da Cultura, Jorge Sobrado, “o mais internacional de sempre”. O que acontece depois do protocolo de geminação com o Festival Literário de Cabo Verde, assinado entre o Município de Viseu e Governo daquele país lusófono.

Para o presidente da Câmara de Viseu, o “alcance internacional” que o Festival Literário conquista na edição, é uma aposta que “reforça a importância de Viseu no cartaz dos eventos literários ibéricos, e terá um natural reflexo na atractividade de públicos”, conclui Almeida Henriques

Para além da presença do moçambicano Mia Couto e do cabo-verdiano Germano Almeida (ambos já galardoados com o Prémio Camões) o Festival Literário traz ainda a Viseu; Joanne Harris, a autora do best-seller «Chocolate», e Olivier Rossi, um dos mais respeitados escritores franceses da actuialidade. Junta-se-lhes o escritor e poeta lusófono Abraão Vicente, ministro da Cultura e das Indústrias Criativas de Cabo-Verde, entre outros nomes marcantes como Daniel Jonas, Ricardo Pais, António-Pedro Vasconcelos, Deana Barroqueiro, e o já «padrinho» do evento, Francisco José Viegas.

Numa programação que “coloca a literatura em debate com outros géneros narrativos, como o cinema, o teatro, a música, e patrimónios como o vinho e a gastronomia”, Jorge Sobrado antecipa ainda uma novidade: os workshops de escrita criativa, com Filipa Melo, e performances literárias. O que, reforça, segundo o vereador da Cultura, “a maturidade e o estatuto de reputação cultural que tornam este Festival incontornável. E numa diferenciação inédita, ao associar a literatura aos vinhos e ao património”.

Ao longo dos três dias do Festival, a música marca também presença. Com cabeças de cartaz que prometem. Entre eles Luís Severo, no dia 7 de dezembro, e a banda Dead Combo, na noite de sábado. Ambos os concertos terão início às 22,30 horas e terão entrada gratuita.

Destaque ainda para o salão de provas com os produtores do vinho do Dão; workshops vínicos, um espaço para os mais novos, uma mostra de produtos agroalimentares e do artesanato locais, e o restaurante «QB Events». “Será o representante de uma marca de vinhos a abrir, em 60 segundos, todas as conversas, com a qual brindará ao tema em destaque”, explica Jorge Sobrado.

Em permanência, e durante o evento, funcionarão ainda uma livraria e um alfafarrabista.

Os «Vinhos de Inverno» e o Festival Literário «Tinto no Branco», são uma organização do Município de Viseu e da Viseu Marca, tendo a Comissão Vitivinícola Regional do Dão como parceira.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.