Feira de São Mateus 2018 com mais de 200 pretextos para um «reencontro»

Julho 15, 2018 | Actualidade

No ano em que celebra o seu 626º aniversá­rio, a Feira de São Mateus regressa para mais 39 dias de festa, de 9 de agosto a 16 de setem­bro. Depois de ter alcançado 1.2 milhões de entradas em 2017, no «Ano Oficial para Visitar Viseu» – que este ano dá lugar à «Cidade Europeia do Folclore» -, a guardiã das feiras populares do país toma balanço para mais uma edição “mar­cante e inovadora”. Desta vez sob o signo do «Reencontro». O vereador da Cultura da Câmara de Viseu e gestor da Viseu Marca, entidade responsável pela organização do certame, Jorge Sobrado, garante que há mais de 200 pretextos para reencontros num evento que é reconhecido como “a lenda viva de Viseu”.

Uma das grandes novidades introduzidas na edição deste ano da Feira de São Mateus, tem a ver com uma política de sustentabilidade ambiental que passará pela erradicação de copos de plástico, e a consequente substituição por material reciclável. “Vamos erradicar os mais de 263 mil copos de plástico e introduzir os de PVC reutilizável. E reforçar os de vidro nas esplanadas”, anunciou Jorge Sobrado, na apresentação do certame. Na mesma linha, o responsável acrescentou que serão distribuídas papeleiras por todo o recinto, com diferenciação de resíduos, e criados 40 lugares de estacionamento para bicicletas nas proximidades das principais portas de acesso.

Almeida Henriques, presidente da Câmara de Viseu, não tem dúvidas que “a 626ª edição da Feira de São Mateus consolida este evento como a feira popular de referência do país, mantendo um ritmo intenso na sua revitalização de modernização”. Nesta linha se enquadra uma outra novidade da edição de 2018: o novo Bairro da Restauração. “No ano passado demos um primeiro passo com a valorização da rua das enguias. Este ano, o público vai ter todo um novo bairro com novas infraestruturas e arquitecturas”, sublinhou Jorge Sobrado. O novo espaço dará primazia às esplanadas com vista privilegiada para o «Picadeiro».

Em 2018, a guardiã das feiras populares do país apresenta mais de 200 motivos para ser visitada, entre concertos, espetáculos, folclo­re, artesanato, diversões, concursos e dias te­máticos numa área de 75 mil metros quadra­dos de recinto onde, em 2017, se registaram 1,2 milhões de entradas. “Será o reencontro ao longo dos 39 dias da Feira de São Mateus, dos visitantes do certame com a história, com o património, com a cultura, em suma com as tradições”, reforça Jorge Sobrado. Será também o reencontro, anualmente repetido, com uma programação ponderada ao pormenor de modo a ir ao encontro de todos os públicos.

Desde logo, a programação da Feira de São Mateus garante a actuação diária de grupos e cantares da região beirã. Ou não fosse Viseu a cidade do folclore no ano em curso. Aliás, a própria iluminação do recinto fará jus a esta novidade «vestindo-se» de folclore. O evento traz de volta os domingos francos. O que significa que serão todos de entrada gratuita. A abertura do cartaz deste ano estará a cargo do Grupo Mozart e para o encerramento estão previstos os concertos de Xutos & Pontapés e da Banda Armada. Pelo meio, passarão pelo palco nomes como Rui Veloso, Diogo Piçarra, Amor Electro, Mickael Carreira, Ana Moura, Maria Rita, entre muitos outros.

Cristina Paula Gomes, presidente da VISEU MARCA, elegeu como aposta a atração de visitantes das regiões vizinhas de Espanha. “O desenvolvimento turístico de Viseu, registado desde 2014, é e continuará a ser um grande desígnio do concelho e da região”, sublinhou.

Organizada pelo 3º ano consecutivo pela VI­SEU MARCA, a Feira de São Mateus possui um volume de negócios direto de, pelo menos, 44 milhões de euros, através de 230 expositores permanentes e 50 temporários.

Em 2018, a Feira promete voltar a marcar, su­perando “o número mágico” de um milhão de entradas.

© 2013 Jornal Via Rápida Press. Todos os Direitos Reservados.